• Ana Jorge

YOGA

Se a rotina, os aborrecimentos e o telemóvel a tocar constantemente o conseguem

levar a exaustão diária, pegue no seu tapete de Yoga e encontre um pouco de

serenidade e paz de espírito enquanto exercita corpo e mente.



Chamada de prática mente-corpo, o Yoga adequa-se a qualquer pessoa e pode combinar poses físicas (chamadas Asanas), exercícios simples de respiração e meditação guiada com inúmeros benefícios para a sua saúde e bem-estar.


ALGUNS BENEFÍCIOS:


Um dos principiais e mais bem conhecidos benefícios do Yoga é a sua capacidade de aliviar o stress e promover o relaxamento e a evidência científica mostra que a sua prática pode diminuir a secreção de cortisol (hormona do stress), melhorando estados de ansiedade, fadiga e depressão.

O Yoga pode ter um efeito antidepressivo sendo que alguns estudos mostram que pode ajudar a diminuir os sintomas da depressão ao influenciar a produção de hormonas no nosso corpo tais como o cortisol e a serotonina (neurotransmissor frequentemente associado à depressão). A sua prática pode representar uma boa arma em conjunto com terapia convencional no combate à depressão.

Também ao nível do sono os praticantes de Yoga encontram benefícios. O Yoga pode ajudar a melhorar a qualidade do sono através dos seus efeitos na ansiedade, depressão, dor crónica e stress e também pela sua ação na produção da melatonina (hormona que regula o sono).

Muitas pessoas adicionam o Yoga à sua rotina de exercícios para melhorar a flexibilidade e o equilíbrio e, na verdade, várias pesquisas mostram que praticar Yoga pode ajudar a melhorar o equilíbrio e aumentar a flexibilidade. Estudos mostram que praticar apenas 15 a 30 minutos de Yoga por dia pode fazer uma grande diferença para quem procura melhorar o seu desempenho físico.

Alguns estudos mostram ainda que o Yoga pode reduzir marcadores inflamatórios e ajudar a prevenir doenças pró-inflamatórias. A inflamação é uma resposta normal e necessária do nosso sistema imunitário, mas a inflamação crónica pode contribuir para o desenvolvimento de doenças pró-inflamatórias, como doenças cardíacas, diabetes e cancro.

O Yoga pode também ajudar a reduzir a dor crónica em condições como síndrome do túnel cárpico e osteoartrite. A dor crónica é um problema persistente que afeta milhões de pessoas e tem uma variedade de causas possíveis, desde lesões a artrite.

Sozinho ou em combinação com um estilo de vida saudável, o Yoga pode ajudar a diminuir os fatores de risco para as doenças cardíacas. Estudos mostram que pode ajudar a manter níveis mais baixos de tensão arterial e quando combinado por um estilo de vida saudável pode ajudar a retardar a progressão de doenças cardíacas.

Pranayama, ou respiração Yogue, é uma prática no Yoga que se concentra no controle da respiração através de exercícios e técnicas de respiração. A maioria dos tipos de Yoga incorpora esses exercícios respiratórios e vários estudos descobriram que praticar Yoga pode ajudar a melhorar a respiração (especialmente importante para pessoas com doença pulmonar, problemas cardíacos e asma).

Estudos mostram que a prática de Yoga pode ajudar a